GattodeBotas​© 2018

  • Facebook
  • Instagram

11 4177-5596 / 2355-3335

contato@gattodebotas.com

R. Espérico, 74 - Jardim do Mar, São Bernardo do Campo  - SP

09750-310, Brasil

Terapia Celular ou Medicina Regenerativa

terapia celular ou medicina regenerativa vem se mostrando como a grande aposta para o futuro da medicina. A possibilidade de reparar um tecido ou mesmo um órgão sem a necessidade de enxertos ou transplantes, vem fazendo com que a cada dia mais grupos iniciem estudos com a utilização de células-tronco.

Células-tronco podem ser definidas como células multipotentes e indiferenciadas com capacidade de se multiplicarem mantendo-se indiferenciadas por longos períodos, e que mediante a estímulos específicos, podem se diferenciar dando origem aos diversos tipos celulares maduros e funcionais que compõem os tecidos de um indivíduo adulto, como por exemplo: ossos, cartilaginoso, cardíaco, nervoso, muscular, sanguíneo, adiposo e hepático.

 

Devido a estas características próprias, quando as células são reintroduzidas no organismo podem adquirir a funcionalidade de qualquer tecido resultando em sua regeneração.

​ 

Hoje a terapia já é utilizada clinicamente para o tratamento e/ou controle de algumas doenças como:

 ​

  • DOENÇAS OSTEOARTICULARES

  • DOENÇAS DEGENERATIVAS DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL

  • DOENÇAS CARDÍACAS

  • DOENÇAS RENAIS

  • DIABETES

  • DENTRE OUTRAS

 

As formas de aplicação podem variar de acordo com cada caso, sendo elas:

  • Endovenosa

  • Intra-medular

  • Intra-arterial

  • Intra-muscular

  • Diretamente no foco da lesão

 

A indicação do uso das células-tronco depende da avaliação de três fatores:

  1. Doença;

  2. Grau do estadiamento da doença;

  3. Quadro clínico do paciente.

​​

Nos mamíferos a formação de órgãos e tecidos ocorre de forma natural durante o desenvolvimento pré-natal do organismo, e é mantida durante toda a vida do indivíduo através dos processos de reparação celular, que são iniciados pelo organismo em caso de trauma ou doença.

Porém esta capacidade regenerativa de órgãos e tecidos em adultos é limitada e varia de acordo com o órgão ou tecido a ser reparado. Essa reparação está baseada na capacidade de proliferação e diferenciação para diferentes tipos de linhagens celulares.

Estas células capazes de realizarem está manutenção contínua e o reparo de tecidos e órgãos encontram-se em um estágio indiferenciado. Por suas características apresentam um alto potencial terapêutico e atualmente são denominadas células de reserva ou células-tronco.

  • Facebook
  • Preto Ícone Instagram